Logo

Residências

candidaturas
SEQUÊNCIAS NARRATIVAS COMPLETAS é um espetáculo concebido pelo artista João Sousa Cardoso, a partir da obra homónima do escritor e pintor Álvaro Lapa, numa construção – diferente a cada representação – entre o teatro e a conferência. Depois de Raso como o Chão (estreado no Teatro Nacional São João em 2012, apresentado no Teatro da Politécnica no Temps d’Images em Lisboa e reposto a convite do Museu de Serralves numa nova versão em 2018) SEQUÊNCIAS NARRATIVAS COMPLETAS aprofunda as questões dos anteriores trabalhos dedicados a Álvaro Lapa – onde se incluem A Carbonária (2008) e Barulheira (2015) –, tomando desta vez o último e o mais radical texto do autor. Habitado pelas personagens do universo lapiano que sempre voltam na pintura, no desenho ou na escrita, a linguagem torna-se aqui material físico, visual e sonoro puro, num diálogo fraterno com a vertigem e a polifonia de Finnegans Wake de James Joyce. No cruzamento entre as artes performativas e o labor do pensamento tornado visível, o espetáculo cruza a dramatização do texto, o monólogo interior, o relato diarístico e o ensaio sobre a vida íntima, doméstica e pública portuguesas, no encalço da revolução e da democracia. Mas, havendo Álvaro Lapa sido professor de João Sousa Cardoso, SEQUÊNCIAS NARRATIVAS COMPLETAS é sobretudo a atualização de uma conversa entre o antigo estudante e o velho mestre, ou entre dois artistas confidenciais ou ainda uma conversa do vivo com o fantasma tornado presente. Título: Sequências Narrativas Completas | Texto: A partir de Álvaro Lapa | Criação e Interpretação: João Sousa Cardoso | Cenografia: André Sousa | Direção Técnica: Miguel Ângelo Carneiro | Fotografia de Cena: Maria Begasse | Produção: Isalinda Santos | Assistente de Produção: Ana Pinto | Classificação Etária: Maiores 12 anos | Duração: 70 minutos (aprox.) | Coprodução: Teatro Nacioal D Maria II, Teatro Nacional São João, Teatro Viriato, Centro Cultural Vila Flor, Confederação