Logo
Agenda < >

Édipo - Ricardo Teixeira

no âmbito do FITEI 2024

- May

O balleteatro escola profissional, constituído em 1989, nasceu e está inserido no Balleteatro, um centro de artes performativas que, na última década, além da dança e do teatro, tem privilegiado os cruzamentos disciplinares e a imagem em movimento. O Balleteatro habitou diversos espaços do Porto estabelecendo uma forte relação com a cidade, com as estruturas e com os artistas. A participação no FITEI é reflexo de uma ligação artística que se intensifica todos os anos de forma especial com novos projetos, permitindo que juntos possamos, com entusiasmo, celebrar o Teatro.
Isabel Barros

Édipo
Édipo parte do “cânone ocidental” do mito edipiano de Sófocles para a contemporaneidade, permitindo uma reinterpretação e reescrita do tempo presente, através da exploração de vários estágios de reconhecimento e do pathos ético que o acompanha.
Segundo Harold Bloom, Édipo poderá ter um complexo de Hamlet, patologia que o leva a “pensar não demasiado, mas demasiado bem”. Hoje, pensar demasiado bem ou pensar racionalmente, constitui-se enquanto tarefa impossível, quer face à era distópica em que se vive, quer face à falta de ferramentas que possibilitem uma filtragem da informação recebida. Em Édipo o mito surge enquanto símbolo do julgamento impossível, imerso em retóricas distorcidas, futurologia, demagogia e misticismo, sem capacidade para reconhecer a verdade dos fatos.
Esta será a nossa tragédia.

Ricardo Teixeira
Formou-se no Balleteatro Escola Profissional (de 2006 a 2009) e é licenciado em Teatro – ramo Actores, pela Escola Superior de Teatro e Cinema (2013). Participou em Oil Ain't All, JR (2010) e em Sonho de Uma Noite de Verão (2010), do Teatro Praga; em A Morte de Danton (2012, direcção de Jorge Silva Melo) e na peça O Aldrabão (2013, encenação de João Mota). Foi artista e intérprete convidado, em TABUROPA (2014), projeto internacional (Portugal, Polónia, Alemanha e Bélgica), onde trabalhou com o coreógrafo Arco Renz.
Como criador, encenou Ps: I Love You, Lady Macbeth (2011), com Ivo Silva. É membro-fundador do colectivo de artistas SillySeason, onde assume as funções de ator e director artístico desde 2012 até ao presente. Protagonizou o filme Al Berto de Vicente Alves do Ó (2017).
Leciona a disciplina de Interpretação na Escola Profissional Balleteatro Contemporâneo do Porto desde 2018 até ao presente.

April 2024
May 2024