Logo
Agenda < >

Abertura da Nova Temporada - Parte 1

apresentação dos projetos de Elisabete Magalhães, Belisa Branças, Raquel Rua e Carlos Silva

Para assinalar o início do novo ano letivo, os alunos das turmas de Dança e Teatro do balleteatro Escola Profissional apresentam um espetáculo, dividido em duas partes, no Coliseu Porto Ageas que resulta dos laboratórios de criação artística orientados por António Oliveira, Beatriz Valentim com Pedro Sousa, Belisa Branças, Carlos Silva, Elisabete Magalhães, Flávio Rodrigues, Raquel Rua e Simão Luís.

Quando se dança diz-se a verdade
O que é a dança? A resposta a esta pergunta deve ser procurada no interior de tudo aquilo que existe, na exposição ao próprio real que, numa fração de segundo coloca à frente dos nossos olhos movimentos e fluxos coreográficos imperfeitos, inacabados, mas também infinitos.

     Tudo dança, tudo é dança. As nossas cabeças dançam, os nossos corpos dançam em movimentos que se calhar não vemos, mas tudo é movimento, e à nossa volta, ao contrário de uma aparência estática, tudo dança. A dança não exclui absolutamente nada, nem ninguém. Pelo contrário, a dança é a capacidade de abraçar diferentes linguagens e objetos.

                                        José Tolentino Mendonça;" O Pequeno Caminho Das Grandes Perguntas"

Neste tempo de pandemia tivemos que aprender uma nova relação com o tempo, com um abrandamento interior e uma escuta alargada. Pedir a estes jovens para dançar a partir de suas casas foi um desafio que os levou a viajar por sensações e experiências inéditas mas não menos importantes e verdadeiras. Este texto de José Tolentino Mendonça, assim como outros, pareceu-me oportuno para este momento inusitado que todos estamos a viver. Deixemo-los então dizer as suas verdades visíveis e traçar o infinito e o futuro presente.

Direção: Elisabete Magalhães
Interpretação: Bárbara Silva, Beatriz Silva, Camila Campos, Daniela Ribeiro, Filipe Antunes, Francisco Figueiredo, Inês Gouveia, Inês Nunes, Leonor Rocha, Mafalda Ferreira, Maria João Carvalho, Mariana Silva, Rita Oliveira, Tatiana SilvaAna Carolina Castro, Andreia Resende, Carmen Santos, Eduarda Cunha, Flávia Pinho, Gabriela Teixeira, Inês Guerra, Isabel Correia, Maria Bento, Mariana Barriga, Marjorie Silva, Alexandre Magalhães  [alunos do 2.º ano de dança]

Agora é a Nossa Vez
O projeto Agora é a Nossa Vez, no âmbito projeto zero de teatro do Balleteatro, propõe-se a criar uma identidade coletiva, capturando as múltiplas identidades individuais dos alunos de teatro. Este projeto tem como objetivo procurar encontrar e explorar a individualidade dos vários alunos, sublinhando a importância do grupo ou da companhia. Deste modo, Agora é a Nossa Vez, lembra aos estudantes e ao público, que qualquer peça só pode prevalecer quando considera os personagens individuais, mas também a individualidade e personalidade da companhia.

Agora é a Nossa Vez usa como ponto de partida exercícios de criação teatral, movimento e o texto Ode Inacabada de Cláudia R Sampaio, ‘uma odisseia em busca da identidade, em que uma voz singular se multiplica, num aprofundamento de consciência face ao mundo e ao "eu". Trata-se de um intra-diálogo tentando consolidar-se através da alquimia da palavra, que se interroga e problematiza no meio do silêncio redentor de um mundo sem pessoas’.

Direção: Belisa Branças
A partir do texto Ode Inacabada de Cláudia R Sampaio (escrito para Panos 2017)
Interpretação: Adriana Magalhães, Ana Teles, André Barros, André Rodrigues, André Teixeira, Bárbara Ribeiro, Beatriz Gomes, Beatriz Silva, Carolina Silva, Conceição Rocha, Constança Pinto, Inês Silva, Jéssica Silva, Laura do Vale, Mafalda Moreira, Maria Oliveira, Mariana Silva, Matilde Martins, Moisés Amorim, Sara Marques, Sara Pais, Tiago Portela, Tiago Pereira. [alunos do 1.º ano do curso de teatro]


Valsa Sem Rosto
É tempo de recomeçar e prosseguir, mas como? A vontade de nos resgatarmos é urgente, mas o reencontro ainda nos parece frio e repleto de regras. Uma normalidade que já não o é, uma normalidade interrompida. Uma festa da solidão. Um arrebatamento sem adrenalina. Uma vontade sem toque. Uma valsa sem rosto.

Direção : Raquel Rua
Interpretação: Ana Mendes, Beatriz Silva, Cristiana Neto, Diogo Gomes, Fabiana Pinto, Francisca Silva, Francisco Flores, Inês Neves, Luana Oliveira, Luna Catañeda, Marta Oliveira, Sara Rocha, Susana Pires, Yohana Gonçalves. Beatriz Almeida, Carolina Pereira, Círia Martins, Inês Silva, Inês Ferreira, Isis Silva, Ivone Neves, Joana Mendonça, Lara Almeida, Lara Rodrigues, Matilde Araújo, Paulo Martins, Salomé Moreira, Tatiana Martins [alunos do 1.º ano do curso de dança]


E Se...
“Dias passados sentados, não fazer nada é mais cansativo do que fazer nestes tempos; estou preso dentro de casa e tenho as chaves da porta.
Se me fecharem os olhos e me perguntarem onde está um tal pinheiro consigo apontar no segundo para o exato sítio.
A vida mudou e aqui estamos.
Podia muito bem sair, mas não me sinto confortável.
Tenho saudades de andar na rua, de sentir o vento a bater-me na cara, de calçar sapatos, de ver pessoas não pixilizadas.
Estou farto de ver sempre a mesma paisagem a partir da mesma janela do mesmo quarto, é monótono.” 
Guilherme Vieira.

Direção: Carlos Silva
Voz off: Guilherme Rebelo
Música: Clara Alves 
Textos: Guilherme Vieira e Maria Miranda Leal
Interpretação: Adão Pinto, Ana Nunes, Ana Martins, Beatriz Sampaio, Catarina Verbruggen, Inês Silva, Joana Sousa, Joana Mota, Leonor Rocha, Maria Inês Pereira, Maria Jamim Correia, Natacha Lobo, Renata Ferreira, Sofia Silva, Alexandra Ferreira, Ana Silva, Ana Pereira, Anita Campos, Andreia Nascimento, Carolina Mota, Clara Alves, Francisca Dias, Guilherme Vieira, Isa Santos, Maria João Carrasco, Maria Miranda Leal, Núria Monteiro, Sara Rodrigues, Sofia Pereira [alunos do 3.º ano do curso de dança]

November 2020
December 2020